menu

23/06/2020 14:08

Com exames cardiológicos, atletas do Sada Cruzeiro intensificam pré-temporada

- Da Assessoria do Sada Cruzeiro Vôlei

Foto: Divulgação/Sada Cruzeiro

A pré-temporada do Sada Cruzeiro está bem diferente em 2020, mas nem tudo mudou. Assim como em todos os anos, os atletas passam por uma bateria de exames cardiológicos logo no início das atividades. Os primeiros foram os sete cruzeirenses que estão em Belo Horizonte, que compareceram ao Hospital Mater Dei, patrocinador da equipe, na manhã desta terça-feira, 23/06. Todo o grupo passará pelos mesmos exames e os jogadores que estão em outras cidades o farão em clínicas e hospitais de referência desses locais.

Este é o quinto ano da parceria entre o Sada Cruzeiro e a Rede Mater Dei, onde a bateria de exames é realizada desde 2017. Referência em saúde, a marca está estampada na camisa celeste 2016/17 e segue como um dos principais apoiadores da equipe.


Filipe, Isac, Otávio, Lukinha, Alan, Rodriguinho e Cledenilson, metade do grupo estrelado, fizeram a extensa avaliação no departamento de Medicina do Esporte do Mater Dei. De acordo com o fisioterapeuta Alysson Zuin, o objetivo é iniciar os trabalhos com segurança. “Os exames são feitos para termos certeza de que os atletas não apresentam risco de problemas cardiológicos. Assim, podemos progredir o volume e intensidade das atividades propostas. Nesta temporada temos uma preocupação a mais, pois nunca ficamos tanto tempo sem atividades, então precisamos ser extremamente cautelosos no retorno”, comentou Zuin.

Para o capitão Filipe, é necessário se adaptar à nova realidade para trabalhar da melhor maneira. “Aos poucos vamos nos encontrando nesse novo mundo, fazendo ajustes e nos adaptando. Mas fazer o teste ergométrico de máscara foi mesmo um desafio! Esses exames são muito importantes e ficamos muito seguros de poder fazê-los aqui no Mater Dei, como em todos os anos, passando essa sensação de que o trabalho realmente começou. Pudemos nos ver brevemente aqui, com todos os cuidados, todos de máscara, mas isso também é muito bom, sentimos falta do dia-a-dia com todo o grupo”, disse o ponteiro cruzeirense.

Notícias Relacionadas