menu

08/10/2019 17:14

Em jogo que pode completar marca histórica pelo Clube, Egídio afirma que vitória é o único resultado que interessa

- Angel Drumond

Foto: Vinnícius Silva

Perto de completar 200 jogos com a camisa estrelada, uma marca histórica pelo Cruzeiro, o lateral esquerdo Egídio só tem um pensamento para a partida desta quarta-feira, no Mineirão, contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro: vencer.

Segundo o camisa 6 da Raposa, os três pontos conquistados diante do time carioca dará ao Clube a chance de se afastar das ultimas posições e consequentemente aproximar do pelotão de times que estão no meio da tabela, o que seria fundamental para aumentar a confiança no grupo de jogadores em busca dos objetivos na disputa.

“É uma decisão realmente, principalmente pelo momento que vivemos no Campeonato Brasileiro. Já enfrentamos o Flu antes, mas agora é outra história. Temos de nos dedicar ao máximo, pois é decisão e o Cruzeiro é forte em decisões. Se Deus quiser vamos conquistar a vitória e encostar no Fluminense”, disse o lateral.

Sobre o adversário, Egídio afirma que o jogo será complicado para o time celeste já que a equipe do Fluminense tem um ótimo toque de bola e vem crescendo de produção nas últimas rodadas da competição nacional.

“É um time com um ótimo toque de bola, porém com dois desfalques que estão servindo a seleção e que estavam fazendo a diferença. Não devemos nos preocupar com nosso adversário, temos de concentrar no trabalho e buscar a vitória. O Abel é muito positivo e treina bastante, nos mostra o que fazer dentro de campo. Nos últimos jogos merecíamos a vitória e acho que chegou a hora de consegui-la”, afirmou o lateral.

O Cruzeiro também não poderá contar nesta partida com Thiago Neves e Cacá que estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo e Orejuela que está servindo a seleção colombiana. Egídio não lamenta as ausências e afirma que o momento é de superação e que somente assim o Cruzeiro irá sair desta situação que se encontra no certame.

“Não temos tempo para lamentar qualquer situação, a situação é difícil, mas temos de superá-la. E o Fluminense também estará desfalcado. Então, vamos entrar em campo e dar o melhor para o Cruzeiro. Temos de estar juntos, time e torcida. Os cruzeirenses estão acostumados a vencer e passar por uma situação dessas é difícil. Mas mostramos uma nova identidade com o Abel e a vitória está muito próxima”, declarou.

 Para finalizar, o lateral esquerdo falou do papel importante que a torcida teve no último jogo e que terá no combate desta quarta-feira. O Clube informou que já são mais de 20 mil confirmados para o confronto.

“A torcida vem apoiando. No momento, se tiver de jogar feio para vencer é melhor que jogar bem e não vencer. Então, vamos procurar defender bem para na frente sobressair com os gols. No jogo passado a gente saiu atrás, mas não se abateu E a torcida veio junto. É juntos que vamos conseguir sair dessa”, finalizou.